Wednesday, October 10, 2007

Brad Pitt é um triste!


Pelos vistos já não basta ser-se lindo, charmoso, inteligente, bom actor, marido exemplar, pai dedicado e uma bomba sexual (dizem as más línguas…). Mesmo tendo estes ingredientes todos, o galã Brad Pitt afirmou numa entrevista que sofre de tristeza congénita e que isso se deve a ter nascido no Oklahoma.
O único antídoto para a sua tristeza inata é: (barulho de tambores a rufar) os filhos! Tão simples quanto isso. Nem o dinheiro, nem a fama, nem ser o homem mais sexy do mundo, nem ter tido namoradas bombásticas como a Gwyneth Paltrow e a Jennifer Aniston. Filhos, montes de filhos!
Na Cova da Moura é que não deve haver tristeza congénita de certeza, visto que cada família tem em média uns dez filhos… Até devem passar os dias com ataques de riso de tanta felicidade!
Cá em Portugal também temos um caso flagrante de tristeza congénita: Dom Duarte Pio João Miguel Gabriel Rafael de Bragança. Ou mais precisamente, Dom Duarte Duque de Bragança. O Dom Duarte tem todos os ingredientes para sofrer desta patologia: casou-se por obrigação, nasceu num país deprimido por natureza, tem três filhos com nomes intermináveis. Até o seu tom de voz denota que por dentro a sua alma está a ser constantemente chacinada.
Deixo um conselho a Dom Duarte. Porque não adoptar um birmanês? Se resulta com o Brad Pitt, resulta consigo também. E vai ver que a cara de quem está constantemente a chupar um limão vai desaparecer de imediato e vai finalmente poder sorrir e ser feliz!

No comments: