Thursday, October 11, 2007

Quem piropeia quer cadeia!


Com o novo código penal, o crime de importunação sexual foi alargado. Agora não são só os exibicionistas de órgãos sexuais, ou seja, aqueles senhores que se passeiam pelos jardins públicos com gabardinas bege a fingirem que são detectives, que serão punidos.
Agora foi alargado para piropos e afins. Ou seja, aquelas pérolas literárias proferidas por esses grandes poetas amadores dos andaimes, passam a ser consideradas crime, com uma punição que pode ir de uma simples coima até á prisão máxima de um ano.
Pois eu acho mal ficarmos privados da veia poética dos nossos queridos mestres das obras, dos velhos babões, dos novos rebarbados e dos bêbados tarraços deste nosso cantinho à beira mar plantado. E depois queixam-se que o nível de cultura português está em baixo de forma. Pudera! Como pode o povo português ser o mesmo sem ouvir o seu piropo. Para os que já estão saudosos aqui deixo o meu top five de piropos de todo o sempre:
Em quinto lugar: - “Que curvas e eu aqui sem travões!”
Em quarto lugar: - “Oh estrela queres cometa?”
Em terceiro lugar: - “Oh jóia deixa-me ser o teu ourives!”
Em segundo lugar: - “Se a beleza desse cadeia apanhavas prisão perpétua!”
E num honroso e fantástico primeiro lugar está o rei dos piropos de todos os tempos: - “Não sou muito bom a matemática, mas 1 + 1 é igual a 69?”
Sinceramente, duvido que esta lei seja aplicada e que alguém se queixe à séria. Sejamos sinceras: gaja, que é gaja gosta de ouvir o seu piropo! A verdade é que aumenta a nossa auto-estima por mais porco ou indecente que seja o piropo. Enquanto que em casa ouvimos dos nossos namorados ou maridos: “oh querida estás a ficar gorduchinha!”, na rua ouvimos: “oh leitãozinho o teu pai é terrorista? É que tu és uma bomba!” E lá vamos nós todas contentinhas a pensar que somos umas grandes bombas.
Além dos piropos, os apalpões também vão ser considerados crime. Ou seja, aquelas pessoas cujo cheirinho de vida sexual é apalpar rabos nos autocarros em hora de ponta, têm os dias contados e convêm arranjarem melhores alternativas para a sua satisfação pessoal!

No comments: